Pintando fórmica e renovando as cadeiras

Depois de remover o espelho da sala, e meio que junto com a colocação dele e o reparo da parede, parti para outros detalhes que me deixavam agoniada aqui!

Resolvi a cozinha. Os armários em fórmica que já chegavam aos seus 20 anos (aproximadamente) e foram herdados do antigo proprietário, voltaram a sua cor original, branco, muito melhor do que o tom amarelado-cintilante-aqui-tinha-empregada-que-usava-cloro. O que não pode ser pintado, foi coberto com o bom e velho Contact. Não tenho fotos do antes e depois porque, sinceramente, o antes me enjoava tanto que não tive a mínima vontade de documentar, mas já tenho outros projetos para a micro cozinha e vai dar pra ver tudo ;)

A sala me deixava doida, era uma colcha de retalhos! Tudo me incomodava no ambiente de jantar. Mesa escura, duas cadeiras com capas, duas cadeiras em marfim (original) e duas que já tinha começado a modificar raspando e aplicando stain. A ideia era fazer isso com todas, laminar a mesa e aplicar stain nela também, mas eu tinha a-d-o-r-a-ç-ã-o para ter uma mesa branca e o processo todo de remover o verniz das cadeiras e aplicar o novo foi bem demorado, cansativo e desanimador. Aproveitei as sobras de tinta e comecei a pintar tudo de branco!

Cadeiras: antes e depois

Antes, depois, e depois. Mas antes do antes, a cadeira foi marfim (original), pintada com tinta tabaco e estofada com courvin. Esse jogo tem 10 anos de uso e está impecável! Deu dó de trocar…

As cadeiras comecei em junho, junto com a Copa do Mundo. O jogo rolando e eu me dividindo entre a finalização da pesquisa para a faculdade e as demãos de tinta. Usei acrílica e esmalte, a esmalte direto em cima do verniz, para dar aderência, e a acrílica por cima para uniformizar.

Cadeiras: durante

Tudo junto e misturado: cadeiras de cores diferentes, finalização da pintura das gavetas da cozinha e muita bagunça!

Cada cadeira precisou de duas demãos de cada tipo de tinta, e foi assim que minha sala ficou por semanas… Apesar da mesa grande, não comportava mais que duas peças por vez.

No final de alguns dias (quase um mês), já tinha cadeiras brancas. Aí resolvi pintar a mesa porque… SIM, EU ODIAVA AQUELA MESA ESCURA! Mesmo processo, duas demãos de esmalte fosco e duas de acrílica, só que a mesa foi levemente lixada antes. Para finalizar, cera em pasta Poliflor.

Detalhes

À esquerda: mesa escura e começando a ser lixada; à direita: jacquard floral que o marido acha que escolheu

O assento foi renovado com um jacquard floral que deixei o marido escolher. Bom, mais ou menos. Dei duas opções e ele escolheu, mas tá valendo né?

Sala de jantar

Não imaginava que minha sala poderia ficar tão clara! E pensar que tudo começou por causa do espelho velho…


1 Comentário | Comente |

  • Deixa que eu faço!rss, Sensacional esse post!

  • Deixe um Comentário