Como escolher um bom sapato?

Há 10 anos uma das maiores preocupações que tenho é de escolher um sapato bonito mas que não me machuque. Antes tinha a péssima ideia de que sapato era para ser bonito, se fosse confortável era bônus. Erro meu…

E o acabamento? Quem olha pesponto? Quem liga para marca de cola? Solado torto, salto torto, cabedal desproporcional, alto demais, baixo demais?

A primeira coisa a se analisar é o modelo, óbvio! rs. Depois disso parta para o material.

Os sapatos em couro sintético (ou ecológicos) tem o toque diferente e não tente usar a técnica de cheirar o sapato para ver se é couro mesmo ou não! Tem essência disso também ;). É no toque mesmo e no caso de compras online é a confiança na informação do fornecedor.

Camurça é delicada, não pode ver água e pede limpeza com escovação apenas. Seu sapatinho lindo de camurça clara sujou? Borracha branca nele! Costuma resolver com a maior parte das manchas, mas fique ciente de que ele vai dar trabalho.

Agora, a parte anatômica do calçado. Nem todo pé é igual, alguns pegam no ossinho do calcanhar, outros levantam esporão, alguns pés são mais largos e por esse motivo nem todo sapato, por mais perfeito que seja, pode servir em todos os pés.

Salto de alturas diferentes são os vilões da coluna (como se o salto por si só já não fosse, rs) e já vi muitos modelos assim em lojas famosas, muito famosas, daquelas que saem em revista sabe? pois é…

O pesponto tem que ser certo, espaços corretos (essa costura é feita em máquina especial e em alguns casos ou modelos, feitos à mão por profissionais excelentes). Se o pesponto não tem espaço correto, o arremate não fica certinho pode significar um sapato “X” (baixa qualidade da produção que são vendidos para as lojas com preços inferiores mas você compra como sapato regular) ou puro desleixo da fábrica. O arremate do pesponto não tem que levantar fios, normalmente ele é queimado para dar acabamento.

 

Agora, um dos testes mais legais e simples de fazer: alinhe a parte traseira do sapato (do salto ao cabedal) e vá subindo da base até lá em cima. Esse é o teste para saber se o salto tem o mesmo tamanho e se o cabedal termina no mesmo lugar. Isso vale para sapatilhas e até os sapatos mais altos, masculinos ou femininos, infantis e até tênis. Tem que ter altura correta, essa indicação deixa claro de que o molde do sapato foi feito corretamente e mostra o capricho do montador e da fábrica com seu produto.

Bora testar os sapatos?

Créditos das imagens: Jorge Alex


Deixe um Comentário